I Wish (Kiseki)

Cinema, Filmes


Houve algo em I Wish que automaticamente me remeteu para o último filme de Wes Anderson. São ambos sobre a infância e, mais do que isso, sobre como as crianças gerem questões que fazem parte do mundo dito adulto. Tanto em Moonrise Kingdom como em I Wish parecem ser as crianças quem assume a responsabilidade e o equilíbrio que seria de esperar dos adultos. Mas as semelhanças ficam por aqui, pois I Wish, apesar de mais inocente, é mais realista que Moonrise Kingdom, que é um exercício de estilo de Anderson.

A história, apesar de um tanto ou quanto dramática (separação de um casal e dos filhos pois cada um fica com um progenitor), acaba por ser contada de uma forma alegre e refletiva, acabando por nos fazer ver que na nossa infância havia tanta coisa que não compreendíamos no mundo. Talvez por isso a felicidade fosse algo tão fácil de atingir nessa altura…

About these ads

One thought on “I Wish (Kiseki)

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s