Restless

Cinema, Sétima Arte

Restless é um filme sobre a vida, sobre amor e, principalmente, sobre a forma como lidamos com a morte. O que une os dois jovens protagonistas é a forma incontornável como a morte está presente nas suas vidas. Ele perdeu os pais num acidente e, depois de estar dois meses em coma, acorda para uma realidade com qual não consegue lidar. Ela tem cancro e descobre que não lhe restam mais do que três meses de vida.

Conhecem-se num funeral de um amigo dela que padecia da mesma doença. Ele desistiu da escola e, completamente perdido, vai a funeral atrás de funeral com o intuito de compreender melhor a morte, ou talvez apenas para estar num local onde não é único a sofrer com a morte de alguém que ama.

Os dois são completamente diferentes mas acabam por criar uma forte ligação e a ajudar-se mutuamente a lidar com algo que não vai mudar.

Gus Van Sant não faz um filme muito profundo e meditativo (o que é pena) mas consegue cativar-nos com a ternura e inocência das suas personagens, principalmente a interpretada por Mia Wasikowska, que está a crescer de filme para filme.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s