Misery

Cinema, Sétima Arte

Stephen King é um dos escritores mais adaptados ao cinema, com mais de meia centena de filmes baseados nas suas obras. A sua ligação ao cinema é enorme e, como já o admitiu algumas vezes, é um confesso admirador da sétima arte. Mas nem sempre a sétima arte tem tratado os livros de King da melhor forma, das dezenas de filmes que inspirou, apenas uma mão cheia deles é digna de registo. Filmes como Carrie, de Brian de Palma, The Shining, de Stanley Kubrick e The Shawshank Redemption, de Frank Darabont, são filmes que claramente deixaram a sua marca na história do cinema.

Para além destes realizadores, que tão bem souberam capturar a essência da escrita de King e transpô-la para o grande ecrã, temos também Rob Reiner, o realizador deste Misery.

Misery não é a primeira incursão de Reiner no universo de King. Quatro anos antes, em 1986, filmou Stand By Me, um filme sobre um conjunto de adolescentes que descobrem que existe um corpo perto de uma linha de comboio e decidem ir investigar.

Se em Stand By Me, nos é oferecida uma história de amizade e transição entre a infância e a idade adulta, em Misery somos confrontados com a loucura e obsessão de uma personagem, construída de forma admirável por Kathy Bates. Aliás, a partir do momento em que vemos este filme, é difícil dissociar a atriz deste papel que lhe valeu um Oscar. A variação rápida entre a amabilidade de uma fã e a perseguição infernal de uma psicopata é o secreto do suspense criado ao longo de todo o filme.

Uma premissa simples, executada de forma irrepreensível. Esta é a forma correta de adaptar Stephen King.

One thought on “Misery

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s