Escape from New York

Cinema, Sétima Arte

600full-escape-from-new-york-screenshot

Gosto de filmes distópicos. Colocar personagens em mundos futuros onde tudo correu mal é um exercício à imaginação que gosto de ver aplicado, seja em filmes ou livros. É uma oportunidade de colocar pessoas em situações extremas e ver (inventar) como reagem. Quando encontramos filmes como este, o tipo de personagem que surge é quase sempre o mesmo – o anti-herói. E que bom anti-herói dá Kurt Russel. Tão bom que inspirou uma série de personagens conhecidas, sendo o Snake do Metal Gear a mais conhecida.

Mas Carpenter não vale apenas pela sua capacidade de criar icónicas e memoráveis personagens. A atmosfera criada, a banda-sonora e a sátira social inerente a uma história deste género são também qualidades de um filme de ação típico dos anos 80, que deixou raízes profundas no género.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s